Pensando em fazer intercâmbio?

Atualizado: 27 de nov. de 2018

Preparamos 6 dicas infalíveis para “viajar” e aprender o novo idioma e a nova cultura. Leia o nosso artigo e saiba tudo sobre o que esperar e como fazer o intercâmbio e aproveitar ao máximo.

Exchange Program (Programa de Intercâmbio)

Se você é uma dessas pessoas entusiasmadas para estudar no exterior, conhecer uma nova cultura e aprender um novo idioma, você não estará apenas embarcando em uma aventura inesquecível, mas estará expandindo seus horizontes como nunca.

Muitos alunos chegam com a seguinte abordagem: “Pretendo fazer um intercâmbio no exterior e melhorar urgentemente o meu inglês. O que você acha Karla?”

Antes que eu diga, “ótimo”, e ouço os detalhes da viagem:

“Vou com um amigo ou amiga”; “Vou com meu namorado”; “Minha família vai aproveitar para dar um passeio enquanto eu estudo”.

E por aí afora. Imagino que a maioria dos estudantes já pensou em ir para o exterior nessas circunstâncias. Minha resposta é uma só: esqueça! Não desperdice dinheiro porque você não vai aproveitar seu tempo dessa forma. Analise bem. O que representa um mês? Se for com o firme propósito de fazer tudo, absolutamente tudo, em inglês, você teria praticamente 500 horas de exposição à língua. Uma maravilha; boa parte do tempo necessário para o seu aprendizado. Mas, devido às companhias brasileiras, não será bem assim que as coisas irão acontecer.

Os cursos rápidos normalmente oferecem seis horas de aula por dia, cinco dias por semana. Em um mês, serão apenas 120 horas. Mas não esqueça de que um mês tem 720 horas. Você vai dormir 240 horas e estudar 120 horas. Restam-lhe 360, mas você vai desperdiçá-las comunicando-se em português com seus amigos ou com sua família!

Viajar é uma ótima ideia. A intenção de fazer um curso rápido também. Mas fuja dos brasileiros como o diabo da cruz! Aproveite a oportunidade de estar no exterior e fale em inglês todos os dias, a toda hora, em todo lugar. Aproxime-se dos nativos, de sua cultura e de suas vidas. Não passe um mês estudando inglês como se estivesse no Brasil. Passe um mês vivendo inglês. Caso tenha disponibilidade de tempo e dinheiro, se programe para um período mais longo de intercâmbio. Você terá ainda melhores resultados.

Caso você seja uma pessoa inibida, que acha difícil transpor as barreiras linguísticas e culturais para se integrar em um novo grupo, tente superar essa dificuldade antes de sair do Brasil. Você sofrerá menos.

Mas atenção a algumas dicas:


Esse é o passo mais importante. Você terá que decidir qual programa é melhor para você. Terá que escolher o programa que quer fazer e a cidade onde deseja estudar. Aqui está como decidir:

· Se você não está se formando em uma língua estrangeira ou interessado em uma cultura estrangeira em especial, pesquise um pouco. Olhe os guias de viagem e procure na internet para ver que cidade lhe agrada. Quando tiver reduzido a sua lista a apenas alguns lugares, pergunte a alguém como foi a experiência dessa pessoa que fez o programa que você está interessado.

· Certifique-se quanto ao acesso de locomoção na cidade escolhida. Há muitas cidades em que quase não há transporte público e as pessoas locais usam carros constantemente.

· Se você escolher um programa vinculado à sua escola ou faculdade, é mais provável que seus créditos sejam transferidos mais facilmente, que você esteja perto de mais pessoas da mesma nacionalidade e que tenha que preencher muitos menos documentos para conseguir aprovação no processo. Se escolher um programa fora da sua faculdade, poderá ter mais opções para escolher instituições e será mais aventureiro, pois estará estudando com mais estrangeiros.

· Quando já tiver escolhido o seu programa, terá que se informar sobre os requerimentos para visto de estudante e garantir que tenha um passaporte válido. Cada país é diferente, portanto procure isso com antecedência.


Depois de escolher o país e a cidade que gostaria de morar, pense, mas pense muuuuito na escolha da sua host family. Às vezes, ficamos tão animados com a experiência de intercâmbio, mudar para um novo país, aprender ou melhorar o idioma, que quando vamos à agência e fechamos nosso contrato, já queremos que encontrem uma família imediatamente. E às vezes podemos errar na escolha. Digo isso, porque eu mesma passei pela experiência. Fechei meu contrato com a primeira família que a agência me disponibilizou e resultado disso foi: De um programa que inicialmente eu havia fechado 1 ano, eu passei os 2 meses iniciais na casa da primeira família tendo muitas desavenças e arrependida de ter embarcado numa fria! Sim, acreditem! Queria voltar para o Brasil, mas sabia que perderia meu dinheiro e então pedi a minha agência pela troca de família, processo chamado de “rematch”. O problema de se participar de um processo de “rematch” é que talvez você não seja bem visto quando o seu cadastro aparece para outras famílias, pois todas querem saber por que não deu certo com a família anterior e geralmente acredita-se que por culpa do estudante. Long story short (resumindo), mudei para outra família, amei do início ao fim e ainda renovei mais 06 meses com eles.


Uma grande parte de ter a experiência de intercâmbio perfeita é com quem você anda. A companhia que você tem pode ajudar ou estragar sua viagem inteira, portanto escolha bem seus amigos. Se tiver os amigos certos, você poderá acabar aprendendo muito mais sobre a cultura. Aqui está o que você pode fazer:

· Encontre alguns bons amigos no seu grupo de estudos de intercâmbio. É bom manter relacionamentos com pessoas do seu programa para que possam estudar juntos, participar de atividades divertidas e não ficar tão sozinho.

· Tente fazer amigos que são nativos na sua nova cidade. Apesar de que talvez você fique tímido em conhecer pessoas novas ou superar a barreira da língua, as pessoas de outros países geralmente são simpáticas e vão ficar felizes por você ser um estrangeiro. Além disso, essas pessoas sabem onde comer, aonde ir e onde são as armadilhas para turistas.

· Quando sair com essas pessoas, tente falar a língua nativa do país. Eles vão querer praticar outros idiomas com você; você pode tentar um pouco disso, mas peça que falem a língua do país também.

· Se estiver morando em uma casa de família, aproveite a convivência com os seus hosts (anfitriões). Você pode aprender muito sobre a cultura com eles. Se eles te convidarem para sair com eles, não perca a oportunidade.

· Seu maior objetivo deverá evitar ser apenas mais um turista comum. Se você passar todo seu tempo com outros estudantes de intercâmbio do seu país, não estará expandindo muito seus horizontes.


Se você está estudando no exterior, há uma boa chance de que esteja vivendo a apenas alguns quilômetros de muitos destinos incríveis. Uma passagem para esses lugares é muito mais barata do que seria desde a sua casa, e você deve aproveitar a oportunidade para visitar alguns lugares exóticos em que nunca esteve. O meu período de intercâmbio foi o período em que mais viajei na vida. Tenha em mente:

· Viaje dentro do país onde estiver estudando. Isso vai te dar a oportunidade de entender as complexidades e costumes das diferentes regiões do país.

· Planeje algumas viagens onde seus amigos estão estudando, para que eles possam ser seu guia turístico.

· Se estiver viajando e não puder ficar na casa de um amigo, pode procurar por hostels, a versão mais barata de hotéis. Podem ser um lugar divertido para ficar e uma ótima maneira de conhecer novas pessoas, mas tente reservar um quarto com um amigo, para cuidar dos seus pertences, e procure o máximo que puder sobre o lugar antes. Alguns hostels lá fora são, às vezes, muito melhores que alguns hotéis daqui!


Acima de tudo, isso deve ser o objetivo final da sua experiência de estudar no exterior. Você escolheu estudar em um país estrangeiro porque está interessado na cultura e nos costumes, e porque quer alargar sua perspectiva de mundo. Portanto, você deve aproveitar toda oportunidade que tiver de experimentar alguma coisa nova, ter uma nova experiência, ou sair da sua zona de conforto. Algumas sugestões para ajudar:

Tente falar o idioma o máximo possível, ler o idioma e assistir programas de TV nos canais locais. Faça uma imersão por completo.Aproveite a gastronomia do país. Você certamente terá vontade de comer suas comidas preferidas de casa, mas tente comer o máximo da comida local possível.Tente manter a mente aberta para entender os costumes locais.Assista filmes locais. Vá ao cinema na sua nova cidade. Você vai se divertir mesmo que não entenda nada.Vá ao máximo de museus, exposições e outros eventos culturais possíveis. Aprenda tudo que puder sobre o país.


Você pode estar ansioso para fazer intercâmbio desde que começou a faculdade, por isso pode ser difícil imaginar que você pode não gostar de cada segundo da experiência. Mas vai chegar um momento em que você vai sentir falta da sua família, dos seus amigos, dos costumes, das comidas e até mesmo saudade de falar português. Estar preparado para isso torna mais fácil lidar com a saudade. Para ajudar a superar esses momentos, tente fazer o seguinte:

· Se estiver se sentindo triste, faça uma lista de todas oportunidades incríveis que está tendo por estudar fora, como conhecer pessoas novas e experimentar comidas deliciosas. Isso vai te deixar mais agradecido pela experiência.

· Converse com outros estudantes que fazem intercâmbio. Provavelmente eles têm ou tiveram a mesma experiência e podem ter algumas dicas te ajudar a superar.

· Se sua família tiver condições, planeje que eles te façam uma visita depois de algum tempo dos seus estudos. Vê-los vai te fazer se sentir muito mais perto de casa e será muito mais fácil aguentar o resto da viagem.

· Mantenha o contato com as pessoas de casa. Mande e-mail, converse por Facebook, Skype ou Whatsapp com os seus amigos e com sua família quando puder. Apenas não faça disso um hábito de falar com eles demais, ou você vai ficar ocupado pensando em como as coisas estão por aqui e vai se esquecer de focar na sua experiência única.

Coragem e enfrente toda a viagem sozinho. Apesar das dificuldades naturais das situações de intercâmbio, nós adquirimos algo muito importante que é a experiência de vida, cultural e acadêmica e essa não tem preço!


A Leader English está capacitada para te ajudar no prepara para o intercâmbio. Venha conversar com a gente e entenda como podemos ajudar você nessa jornada.




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo